terça-feira, 19 de abril de 2011

Internet Explorer 9 x Mozilla Firefox 4: Quem ganha essa batalha?

A guerra entre grandes navegadores vem se estendendo há mais de 6 anos; desde quando o Mozilla Firefox surgiu no mercado, até então dominado pelo Internet Explorer. E agora, com o lançamento da versão 4 do Firefox e da 9ª versão do Internet Explorer, neste mês de março, os browsers de internet ganharam novas armas para se digladiarem.
Então, na sua opinião, quem vence essa disputa? O TechTudo resolveu pôr os dois na arena de combate para ver qual deles iria se sair melhor.

Internet Explorer x Mozilla Firefox (Foto: Arte) 
Internet Explorer x Mozilla Firefox (Foto: Arte)
 
O Internet Explorer surgiu como parte do pacote Plus! do sistema operacional Microsoft Windows 95, em agosto de 1995. Ele chegou a ser usado por 95% dos usuários da internet, entre 2002 e 2003, porém vem perdendo a sua hegemonia ao competidor Firefox. Desse tempo para cá, o Internet Explorer sofreu muitos problemas, como a falta de confiança dos usuários nos quesitos segurança e velocidade.
O Internet Explorer 9 foi lançado no dia 14 de março e só tem versão disponível para Windows.

Internet Explorer 9 (Foto: Reprodução/Daniele Monteiro) 
Internet Explorer 9 (Foto: Reprodução/Daniele Monteiro)
 
O Firefox é um projeto da fundação Mozilla que teve o seu primeiro lançamento em novembro de 2004, e foi idealizado por Dave Hyatt, Joe Hewitt e Blake Ross. Com versões para Windows, Linux e Mac OS X, o Firefox foi inovador ao usar o sistema de plugins - que são pedaços de softwares escritos por desenvolvedores independentes da fundação Mozilla - para estender as funcionalidades do navegador. Um exemplo de plugin é o Echofon, que é um cliente de Twitter.
A versão 4.0 foi lançada no dia 22 de março deste ano, com versões para Mac, Linux e Windows.

Mozilla FIrefox 4 (Foto: Reprodução/Daniele Monteiro) 
Mozilla FIrefox 4 (Foto: Reprodução/Daniele Monteiro)
 



Comparativo- Interface
Olhando as duas telas, não é difícil lembrar o Google Chrome, que causou um grande alvoroço na internet com seu visual minimalista, retirando os menus e vários botões que poluíam as telas dos navegadores.
A interface do novo Internet Explorer é mais limpa do que a Firefox, pois há menos botões e barras. Além disso, o Internet Explorer unificou a barra de endereços com a barra de busca, que remete automaticamente para o buscador Bing. Já o Firefox decidiu por manter a barra de endereços e a barra de busca separadas (mantendo como buscador padrão o Google).

Comparando as interfaces (Foto: Reprodução/Daniele Monteiro) 
Comparando as interfaces (Foto: Reprodução/Daniele Monteiro)

Uma diferença interessante é o botão “Firefox” no topo do navegador Firefox, que chama o menu principal com todas as opções do navegador. Já o Internet Explorer tem um botão tímido de engrenagem (veja no comparativo de interface).
Em ambos, diversas funcionalidades que não eram usadas com frequência pelos usuários foram "escondidas" ou ficaram com pouco destaque, como o botão de página principal (Home) e os Favoritos. Nesse caso, empate técnico.
 
- Extensões
O grande diferencial do Firefox era a possibilidade de adicionar Extensões, que integram novas funcionalidades ao navegador, como cliente de Twitter, impressão em PDF e muitas outras. Mas o Internet Explorer incorporou essa nova funcionalidade no seu navegador, nesta última versão, deixando-o mais parecido com o seu concorrente. Porém, o Firefox já tem uma vasta gama de Extensões produzidas nas versões anteriores e que serão adaptadas para esta nova versão. Ponto para o Firefox.
 
- Desempenho
Para avaliar a desempenho dos navegadores, usaremos o benchmark Peacekeeper. Benchmarks são conjuntos de testes para avaliar vários softwares e fazer comparativos com eles.
No Peacekeeper, o Internet Explorer fez uma pontuação maior que o Firefox, mostrando uma incrível evolução técnica em comparação com as suas versões anteriores, que apanhavam do navegador da raposa. Ponto para o Internet Explorer.

Teste entre navegadores no Peacekeeper (Foto: Reprodução/Daniele Monteiro) 
Teste entre navegadores no Peacekeeper (Foto: Reprodução/Daniele Monteiro)
 
- Adesão aos padrões de internet
A World Wide Web Consortium (W3C) é que regula os padrões da internet, visando um melhor desenvolvimento de sites e a boa leitura pelos navegadores. O Internet Explorer sempre foi muito criticado por seguir pouco os padrões desenvolvidos pela W3C, e por isso o colocamos à prova no teste Acid 3, que verifica essa adesão dos navegadores aos padrões.
Como indicado no teste, o Internet Explorer conseguiu marcar 95 pontos de 100. No entanto, o Firefox conquistou 97 de 100. Isso mostra que os navegadores estão mais próximos aos padrões definidos pela W3C, mas guerra é guerra, e nessa, quem levou a melhor foi o Firefox.
 
- Veredito final
Comparando a geração anterior com essas novas versões, o Internet Explorer 9 foi o navegador que mais sofreu modificações, tanto de interface quanto nas funcionalidades. No entanto, o Firefox não ficou atrás e tratou de melhorar a sua interface, acompanhando a evolução de tecnologias da internet.
Então, de acordo com o nosso comparativo, o Mozilla Firefox 4 foi o grande ganhador.
O Internet Explorer ainda leva um pouco de vantagem pelo tempo de mercado e por garantir a compatibilidade nos sites feitos exclusivamente para ele. Além disso, ele mostrou uma grande evolução, conseguindo ficar equiparável ao seu rival.
O Firefox, por outro lado, começou com um nicho mais restrito, entre usuários mais avançados, mas depois de provar a sua estabilidade e ótima compatibilidade - além de não ter frescuras quanto ao sistema operacional -, o navegador da Mozilla já conquistou tanto espaço no mercado que chegou até a ultrapassar o browser da Microsoft na Europa.
Então, se você ainda não tem o Firefox instalado no seu computador, clique aqui e experimente ele agora.


FONTE: TECHTUDO
por: Daniele Monteiro

Nenhum comentário:

BlogBlogs.Com.Br